domingo, 14 de outubro de 2012

HOMENAGEM pelos 116 anos no Brasil!!!


No artigo anterior deste blog, tratamos do tempo, um dado essencial em qualquer processo de crescimento e aprendizado.
A chegada das Religiosas da Instrução Cristã ao Brasil, trouxe uma nova era para as crianças e jovens brasileiros, reacendendo ao longo desses 116 anos, valores e virtudes nos solos férteis de tantos corações e de tantas vidas.


Abaixo, alguns trechos retirados do livro "As Damas Cristãs no Brasil", escrito por nossa querida Madre Tarcísia, por ocasião dos cem anos no Brasil, nos farão recordar e reavivar em nós, a chama que moveu essas corajosas mulheres a deixarem sua Pátria, famílias, amigos... para abraçar a vontade de Deus no contexto e circunstâncias que Ele apresentou.  Que essa chama possa arder em nós, a fim de que "sejamos todas chama e todas fogo por Ele", conforme nos pede nossa querida Fundadora: Me Agathe Verhelle.


Hoje, ao comemorar 116 anos, sobem ao Deus de nossas vidas, o mais sincero louvor, por ter inflamado tantos corações para seguir este Carisma e semear a fé nos corações daqueles que nos são confiados.


NA ALFÂNDEGA

- "Caderneta de identidade, por favor!
- Anne Marie Josephine Adolphine Steyaert, em religião, Dama Loyola Steyaert, Religiosa da Instrução Cristã.
- Nascimento?
- 22 de março de 1860 - Bruges, Bélgica.
- Destino?
- Olinda, Pernambuco, Brasil.
- Finalidade?
- Sacrificar-me e Consagrar-me inteiramente à Juventude brasileira."
O funcionário, cativado por seu sorriso e impressionado pela firmeza de sua voz, balançou a cabeça, pensando: ´esta possui a arte de governar as almas, o segredo de ganhar a estima e de conquistar os corações`.



CONVENTO DA SAGRADA FAMÍLIA

"Quinta-feira, 15 de outubro de 1896.
Deus seja louvado! Eis-nos no Brasil. O Recife aparece diante de nós, enquanto ao longe, à direita, aparecem as colinas de Olinda. O navio deve lançar âncora em pleno mar, pois a baía cheia de recifes, só é acessível a pequenos navios. Grande animação!Uma quantidade de barcos, alguns veleiros pequenos, chegam terrivelmente sacudidos pelas vagas.
(...)
Chegamos a Olinda. Dez minutos a pé, e estávamos no Convento de São Francisco, onde fomos recebidos pelos Reverendos Padres Beneditinos Dom Michel e Dom Dinis e seis religiosas de Gyseghem. Juntos, recitamos a Salve Rainha, diante do altar de Santana, no vestíbulo. Já no interior do Convento, fomos conduzidas ao refeitório, onde o Abade tomou conosco um copo de vinho do Porto e fez um brinde à prosperidade da nova Missão."


E hoje, cantamos a Deus a renovação do amor por esse Carisma em nossos corações, por esse novo ardor que ele suscita em nosso íntimo, por essa sede cada vez maior de torná-Lo conhecido e amado, bem como por nossa luta incansável de semear nos corações das crianças e dos jovens a semente da esperança, do amor, dos valores da fé. Mesmo que muitas vezes tenhamos a sensação de tempo perdido, de remar contra a maré, é a fé que nos move e fortalece-nos para que sigamos firmes e com renovado desejo de "sacrificar-nos e consagrar-nos inteiramente à juventude".

SÓ A DEUS HONRA E GLÓRIA!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário